Perigos da Pílula do dia seguinte

A pílula do dia seguinte possui muito hormônio e por isso tem contraindicações, veja mais sobre ela e quando deve-se usa-la.

Mulher com dor

As adolescentes estão abusando do uso das pílulas do dia seguinte todas com o mesmo pretexto não terem usado proteção durante a relação, o pior não é isso é depois ficar com medo de que os pais saibam sobre uma possível gravidez ou até mesmo pegar uma doença durante o relacionamento, por isso é tão recomendado o uso de proteção, ela vai te proteger de muitas coisas inclusive da pior doença que existe o HIV que tanto trás problemas para as pessoas. As adolescentes que utilizam este produto no dia a dia cometem atrocidades que podem trazer grande risco para a saúde dela, pois está pílula não é feita para ser usada repetidas vezes e a cada uso vai diminuindo a sua eficácia e, além disso, a taxa exagerada de hormônios pode causar vômitos e sangramentos. O nome pílula do dia seguinte nem mesmo deveria existir porque esse remédio não faz o mesmo efeito que o anticoncepcional, neste caso é uma quantidade grande de hormônio que serve para antecipar a menstruação ou impedir que o óvulo seja fecundado.

O uso da pílula do dia seguinte é permitido em poucos casos, por exemplo, quando a proteção estoura ou acontece o esquecimento do anticoncepcional pela mulher. Mas também não pode ficar esquecendo várias vezes de tomar o anticoncepcional se não vai acabar utilizando o dia seguinte muito mais vezes. A alta carga de hormônios no organismo da mulher pode causar problemas grandiosos, se ela ainda não passou pelo processo de ovulação o uso do remédio vai retardar a liberação de um novo óvulo, caso a ovulação já tenha ocorrido provavelmente vai ter a aceleração da descamação do endométrio que é uma camada feita pela menstruação para receber um novo óvulo, sem contar que a medicação vai engrossar o muco para dificultar em grande quantidade a passagem dos espermatozóides. São dois os tipos de pílulas existentes a mais comum é a que você toma duas em doze horas, a segunda não tão conhecida é feita ser tomada em apenas um comprimido, no entanto as duas precisam ser ingeridas antes de 72 horas após a relação e em caso de vomito antes de duas horas após ter tomado o comprimido é necessário tomar outro.

Quando o medicamento é tomado no período correto e com proximidade do ato a chance de dar certo é de 98%, mas também pode ocorrer de 2% a 30% de chances de acontecer uma falha por isso mais um motivo para você não utilizar muitas vezes em decorrência. Apesar da pílula do dia seguinte só poder ser comprada legalmente com a prescrição médica é possível encontra-la facilmente, praticamente todas as farmácias fazem a venda deste produto até mesmo para pessoas menores de 18 anos de idade colocando em risco até uma possível gravidez já confirmada, pois sabemos que alguns sites na internet fornecem algumas informações sobre métodos de fazer o aborto e isto pode trazer sérios problemas para a vida da pessoa que compra este remédio para usá-lo com outra coisa.

09/02/11 por Talita

   



Mais informações por email