Corrimento na gravidez

Veja as causas do corrimento na gravidez e porque tantas mulheres sofrem com esse incômodo confira dicas para evitar e o tratamento.

Barriga de grávida

A gravidez é um momento bem especial na vida da mulher e esse período exige cuidados e uma atenção a mais em sua saúde. Uma das coisas que causa muita dúvida entre as gestantes é constante ocorrência de corrimento, porém segundo especialistas é muito comum durante a gestação a mulher ter o aumento do fluxo chamado também de corrimento, que em geral não indicam nenhum tipo de risco urgente para a mãe e para o bebê. Entretanto é importante lembrar que o fluxo normal não causa mau cheiro, coceira, ardência ou dor durante as relações, então caso haja a presença de um desses sintomas é bom consultar seu médico e esclarecer qualquer dúvida.

Pois durante a gravidez a mulher fica mais vulnerável a problemas devido às alterações do meio durante os primeiros meses de gestação. Para saber mais sobre os tipos de corrimento e quais os perigos acompanhe os tópicos abaixo.

Causas de corrimento na gravidez?

O corrimento nada mais é que um muco com aspecto leitoso que não possui cheiro e é causado pelo aumento de fluxo de sangue na área . A maioria das mulheres tem esse problema que não pode ser considerável grave. Na gravidez essas secreções tendem a aumentar por conta das mudanças hormonais e isso geralmente acontece à medida que o parto se aproxima.

A gravidez provoca muitas mudanças no corpo feminino e o corrimento é alguns dos incômodos que muitas mulheres reclamam. Para amenizar esse desconforto na gravidez a mulher deve manter-se sempre limpa, usar somente sabonetes neutros, utilizar somente calcinhas de algodão e evitar calças muito apertadas e quentes.

Corrimento na gravidez como tratar?

gravida em consulta médica

A secreção muito conhecida entre as mulheres chama corrimento é muito comum dizem os médicos isso devido ao grande fluxo sanguíneo e organismo de cada mulher. Como o próprio nome diz o corrimento quando esbranquiçado não passa de descamações das células e bactérias segundo os ginecologistas é um processo natural do corpo principalmente em mulheres em idades reprodutivas.

Assim como existe o corrimento que é normal também há o aparecimento do corrimento que pode ser indício de algo mais grave, esse tipo de corrimento geralmente é marrom escuro semelhante à borra de café. Caso a grávida apresentar corrimento semelhante deve procurar seu obstetra o mais rápido para iniciar o tratamento dependendo de seu diagnóstico.

Corrimento na gravidez prejudica o bebê?

Toda alteração no corpo da mulher pode ser indício que algo não está bem, na gravidez isso não é diferente o corrimento com coloração que não seja esbranquiçada pode ser alerta de perigo. A coloração amarelada, marrom e esverdeada se não tratada pode causar sérios riscos a vida do bebê fazendo com que a membrana se rompa com o feto ainda em formação estando com baixo peso e condições desnecessárias para um parto prematuro.

Além desse possível rompimento o corrimento com coloração variada pode transmitir ao bebê infecções fazendo com que o feto não se desenvolva e através disso prejudicando ainda mais a saúde da mãe. Doenças como Tricomoníase, Gonorreia ou Candidíase devem ser tratadas o quanto antes para que mãe e filho permaneçam saudáveis.

O corrimento na maioria das vezes não oferece risco a mãe nem ao bebê, mas a mulher deve manter sempre suas consultas em dia e tirar todas as dúvidas que tiver para que se acaso vier a ter complicações com corrimento saberá o procedimento a seguir.

Saiba mais sobre corrimento na gravidez

14/01/09 por Talita

   



Mais informações por email